Alimentação saudável antes e depois da lipoaspiração

Muitas mulheres procuram nas cirurgias plásticas um verdadeiro milagre, principalmente quando se trata de lipoaspiração. Porém, para realizar a intervenção é fundamental estar, pelo menos, próxima da forma física ideal. Essa será uma das exigências do cirurgião plástico durante a avaliação pré-operatória.

Como se alimentar após a lipoaspiração?


Procure evitar comidas ricas em sal, pois estes alimentos trazem alta concentração de Sódio, o que causa retenção de líquido, aumentando o inchaço pós-lipo.

Alimentação saudável antes e depois da lipoaspiração

Embora muitas pacientes não acreditem, essa condição é primordial para que o resultado da cirurgia seja satisfatório, pois existe um limite de tecido gorduroso que pode ser retirado pelo especialista.


A quantidade segura para retirada de adiposidade é entre 5e 7% do peso corporal total ou 40% da área corporal total. Por exemplo, uma mulher de aproximadamente 70 quilos pode retirar no máximo 4,5 quilos de gordura localizada. Por isso, a alimentação é fundamental antes e depois da cirurgia. 

Alimentação saudável antes e depois da lipoaspiração

Lipoaspiração só é eficaz com boa alimentação


Antes de realizar a cirurgia plástica é fundamental comer de forma adequada para controlar o apetite e o metabolismo. A ansiedade também pode prejudicar, pois muitas pessoas acabam comendo de forma exagerada por conta da inquietação. Se possível faça um acompanhamento nutricional. Vale ressaltar, que mesmo após a cirurgia, é possível ganhar peso novamente. Inclusive na área aspirada. Por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada e exercícios físicos frequentes, para que assim a forma física seja mantida. 

Engana-se quem acredita que após a operação a alimentação precisa ser restritiva. O indivíduo que se submete à cirurgia deve ter uma alimentação balanceada e pouco restritiva. Inclusive nos primeiros 15 dias, pois trata-se do período inicial da recuperação. É fundamental optar por alimentos que auxiliem na cicatrização, como peixes, que contêm ômega 3. Frutas, verduras, legumes e os alimentos ricos em ferro também ajudam na reposição dos nutrientes. 

O que evitar? 

  • Sal de adição (acrescentado em excesso nas preparações); 
  • Conservas, embutidos (lingüiça, paio, salsicha, mortadela), frios (presunto, lombinho) e patês; 
  • Enlatados (milho, ervilha, sardinha); 
  • Molhos prontos ( salada, tomate, shoyo, maionese, catchup);



Para que todo o procedimento saia como o esperado, procure atentar-se a esses cuidados. Assim, o resultado da operação será 100% eficaz, juntamente com uma nutrição sadia e balanceada, uma vez que nessa fase o organismo está em recuperação, necessitando de um comportamento adequado para sua melhoria final. Por fim, quando esse processo inicial chegar ao final, é importante que a mulher realize uma dieta saudável para não ganhar peso e manter o resultado da cirurgia continuamente. 

Guest Post*

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. A alimentação é super importante hein.
    Se eu tivesse coragem e dinheiro faria uma. kkk
    Bjão Cris

    www.jeanecarneiro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, coragem eu tenho, só não tive temp$ ainda kkkkkk
      Beijão querida, bom fim de semana! =D

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...